Efeito de doses de nitrogênio sobre os teores de clorofila e nitrogênio foliar na pereira, cv. Princesinha, cultivada no Vale do São Francisco

· Trabalhos técnicos
Authors
O cultivo de fruteiras de clima temperado é uma atividade atualmente restrita às Regiões Sul e Sudeste do Brasil, devido às limitações climáticas existentes para as outras regiões. Em Petrolina-PE, a Embrapa Semiárido, em parceria com a Companhia de Desenvolvimento do Vale do São Francisco (CODEVASF), iniciou atividades de pesquisa com as culturas da pereira, macieira e caquizeiro, no intuito de encontrar alternativas de cultivo para as áreas irrigadas. Devido às condições climáticas do Vale do São Francisco as pereiras não reduzem as suas atividades metabólicas ao longo do ano e, quando submetidas a altas temperaturas e irrigação frequente, as plantas apresentam intenso desenvolvimento vegetativo. Nesse sentido, um componente importante para o manejo do vigor das plantas é o controle preciso da adubação nitrogenada. A determinação do teor de clorofila nas folhas é um indicativo importante da nutrição nitrogenada das plantas, uma vez que o principal sintoma associado à deficiência de N é o amarelecimento das folhas e o clorofilômetro é uma ferramenta eficiente e de baixo custo para estimar o teor de clorofila nas folhas e pode ajudar a aumentar a eficiência de uso do N. Assim, como a determinação do teor de clorofila nas folhas é um indicativo importante da nutrição nitrogenada das plantas, foram avaliados os índices de clorofila total, clorofila A e clorofila B e teor de N foliar em pereiras da cultivar “Princesinha”, cultivada sob condições irrigadas no Semiárido pernambucano. O experimento foi conduzido no período de setembro de 2012 a fevereiro de 2013 com a cultivar “Princesinha” em condição de irrigação localizada por gotejamento e consistiu na avaliação dos efeitos de cinco doses de N  (10 g, 20 g, 30 g, 40 g e 50 g de ureia) aplicadas semanalmente, durante 12 semanas consecutivas, após o pegamento dos frutos. Ao final do ciclo produtivo, foram avaliados o índice de clorofila e o teor foliar de N, que foram submetidos à análise de regressão e análise de correlação. Observou-se que a adubação nitrogenada interferiu de forma mais significativa sobre o índice de clorofila B do que sobre os índices de clorofila A e clorofila total em pereiras irrigadas. Contudo, não foi possível observar efeito da adubação nitrogenada sobre o teor de N foliar ao final do ciclo produtivo. Esse trabalho foi apresentado na Primeira Reunião Nordestina de Ciência do Solo, que ocorreu de 22 a 26 de setembro de 2013, em Areia-PB. Para acessá-lo na íntegra, clique aqui.

Leave a Comment